Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. Não é intenção prejudicar alguém com a divulgação das fotos em questão nem tão pouco lucrar com as mesmas. O email de contacto está disponível no perfil .
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

um caminho

 

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

caminho









" Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros foram. "

 


Alexander Graham Bell






deixado aqui por J.C. às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

No meu caminho de casa







No meu caminho de casa


chove do céu cinzento escuro
gotas pesadas batem com ruido no chão
do meu caminho de casa
na hora em que o dia e a noite se encontram
como amantes que esperam para se tocarem
a cada passo meu
a chuva mistura-se com as lagrimas no meu rosto
lava tudo menos os pensamentos que me sujam a alma
e arrasta numa corrente constante toda a impureza de um mundo
que nada mais tem para mim ...
sigo em frente devagar
no meu caminho de casa
não há ninguem na rua...
apenas tu
um anjo...
de asas caidas tocando o chão
as penas sujas e desalinhadas
parecem estranhamente inuteis agora
o sangue escorre das feridas
que te marcam o corpo
são as minhas ...
de toda uma vida
sento-me contigo
e dividimos apenas a dor
nem uma palavra ou olhar
apenas os sentimentos
conheço-te ...
senti toda a vida a tua presença
e agora tenho-te aqui a meu lado
consigo sentir-te como se fosses eu
vejo a razão de tanta dor
como se protege quem nao quer ?
como se dá vida a quem nao quer viver ?
a tua razão de ser já não existe
deixou de existir no mesmo momento em que eu o fiz
as horas passam devagar
quase param...
como se fosse o fim de tudo
e o tempo o tentasse evitar
um vazio imenso toma conta de tudo ...
apenas a chuva insiste em cair
como se o céu soubesse
e chorasse testemunha de todo este sofrimento
que vive agora dentro de mim
e quando procurei por ti
já não estavas a meu lado
mas eras tu o anjo ...
no meu caminho de casa.


jmack

tags:

deixado aqui por J.C. às 21:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


o que eu digo

Não tenho sono ... aturem...

Amanhã ...

8000

Alguém escreveu assim ......

O cemitério dos sonhos

Algum dia havia de ser .....

É só para dizer ...

O vazio

Equipamento

O 25 ...

posts recentes

um caminho

caminho

No meu caminho de casa

outros tempos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

por onde ficar

procurar por aqui

 

Galeria

badge

contadores

View blog authority
hit counter

jmack

subscrever feeds