Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. Não é intenção prejudicar alguém com a divulgação das fotos em questão nem tão pouco lucrar com as mesmas. O email de contacto está disponível no perfil .
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons
Domingo, 1 de Junho de 2008

A criança que fui chora na estrada

 


 

 

 


I


A criança que fui chora na estrada.
Deixei-a ali quando vim ser quem sou;
Mas hoje, vendo que o que sou é nada,
Quero ir buscar quem fui onde ficou.

Ah, como hei-de encontrá-lo? Quem errou
A vinda tem a regressão errada.
Já não sei de onde vim nem onde estou.
De o não saber, minha alma está parada.

Se ao menos atingir neste lugar
Um alto monte, de onde possa enfim
O que esqueci, olhando-o, relembrar,

Na ausência, ao menos, saberei de mim,
E, ao ver-me tal qual fui ao longe, achar
Em mim um pouco de quando era assim.

II

Dia a dia mudamos para quem
Amanhã não veremos. Hora a hora
Nosso diverso e sucessivo alguém
Desce uma vasta escadaria agora.

E uma multidão que desce, sem
Que um saiba de outros. Vejo-os meus e fora.
Ah, que horrorosa semelhança têm!
São um múltiplo mesmo que se ignora.

Olho-os. Nenhum sou eu, a todos sendo.
E a multidão engrossa, alheia a ver-me, Sem que eu perceba de onde vai crescendo.

Sinto-os a todos dentro em mim mover-me,
E, inúmero, prolixo, vou descendo
Até passar por todos e perder-me.

III

Meu Deus! Meu Deus! Quem sou, que desconheço
O que sinto que sou? Quem quero ser
Mora, distante, onde meu ser esqueço,
Parte, remoto, para me não ter.

 

 

 Fernando Pessoa

 

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 04:38
link do post | comentar | favorito
22 comentários:
De Bichana a 1 de Junho de 2008 às 12:42
Escolho a 2ª fotografia, sem dúvida! Gosto das duas, estão excelentes, mas as crianças merecem toda a côr e alegria do mundo, e o destaque deve ser delas!
Bjnhos, bom domingo


De J.C. a 1 de Junho de 2008 às 13:52
sim senhora bichana , um voto para a segunda

um abraço

jmack


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


o que eu digo

Não tenho sono ... aturem...

Amanhã ...

8000

Alguém escreveu assim ......

O cemitério dos sonhos

Algum dia havia de ser .....

É só para dizer ...

O vazio

Equipamento

O 25 ...

posts recentes

1 Ano

Sigma 10-20mm 1º ensaio

na esquina ...

está aí alguém ?

tão longe ...

prenda para mim ...

gata 2

gata 1

Filtro 6

Filtro 5

Filtro 4

chaminé

Filtro 3

Já se foram todas ...

Filtro 2

Filtro 1

Não tenho sono ... aturem...

sonhos em infravermelho 8

sonhos em infravermelho 7

os que não partiram 7

os que não partiram 6

lágrima

para comentar nº 24

espanto

para comentar nº 23

livres

golfinhos

retrato

uma morte, uma vida ...

depois da chuva

os que não partiram 5

somewhere

queimado

café

elevador da bica

sonhos em infravermelho 6

um caminho

passagem

Os pássaros

Longe

chuva

Azul

Pessoas ...

Preto e Branco

gnoma

11 de setembro

não basta

Piano

Amanhã ...

I dont care ...

outros tempos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

por onde ficar

procurar por aqui

 

Galeria

jmack


ver perfil

seguir perfil

. 38 seguidores

subscrever feeds