De Maria João Brito de Sousa a 17 de Setembro de 2008 às 01:56
Eu estava, na altura, a tirar um curso profissionalizante em Cascais. Não havia televisão no edifício por isso só soubemos quando uma das formadoras chegou com a notícia. À noite, em casa, é que foi pior. A minha mãe estava ainda viva e vivia comigo. Vi, vi, vi, até já não aguentar ver mais. nunca mais me sai da cabeça a imagem de um homem a saltar lá de cima. Penso que essa imagem foi explorada até à exaustão. Agora já nem vejo, mas lembro-me.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.