De Gaja a 21 de Outubro de 2008 às 12:52
Este texo não faz sentido. E tu não fazes sentido.
E este é o único meio que me resta para te dizer estas coisas pois o nº já foi apagado e o resto também...
E escrevo aqui em meu nome pois sempre assim o fiz, nunca precisando de recorrer a nomes falsos para dizer o que penso.
E porque há coisas que magoam e palavras que doem. E porque existem amizades que se constroem e se alimentam de palavras de compreensão das duas partes. E principalmente porque nunca precisei de conhecer quem te rodeia para te defender com unhas e dentes se te magoarem ou prejudicarem.

E ficamos assim. Tu por aí e eu por aqui.

Adeus da Gaja


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.