Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. Não é intenção prejudicar alguém com a divulgação das fotos em questão nem tão pouco lucrar com as mesmas. O email de contacto está disponível no perfil .
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Pessoas ...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 


deixado aqui por J.C. às 11:14
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Preto e Branco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 01:13
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Domingo, 14 de Setembro de 2008

gnoma

 

 

 

 

 

Dá-me mais quero mais
Desse vinho bem forte
Acre sol estival
De uma vida em desnorte
Já perdi o que tinha
A família a consorte
Para ser mero pó
Falta só vir a morte

a morte...

Tem calma irmão
Que a morte está aí para todos nós
E à parte as mães
Ninguém pode afirmar de viva voz
Que deixa cá algo
Quando a vida nos solta enfim os nós

Serve então mais um copo
Uma noite a beber
Não fará mal pior
E dará para esquecer
O vazio que me ataca
Esta dor de viver
A feroz solidão
Que me faz querer morrer

morrer...

Tem calma irmão
Que a morte não precisa do teu sim
É coisa certa
Mais vale fazer da vida um festim
Canta antes dança
Que a vida não te surja mais ruim

Cantar eu?

Dançar dizes tu...

Serve então mais um copo para ajudar

Tem calma irmão
Que a morte não precisa ser assim
Canta e vais ver
Que a vida não te larga mais por fim ...

 

 

 

Mão Morta - Gnoma

 

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 01:53
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

11 de setembro

 

 

 

 

 

Trabalhava de noite ... e como sempre chegava a casa e nunca me deitava antes do meio dia, foi mais ou menos a essa hora que fui para a cama, pareceu-me que nem 5 minutos tinham passado mas já era 1 hora da tarde quando ouvi a minha mãe gritar-me para ir ver a televisão, sai do quarto a refilar com ela ... que raio seria de tão importante para me acordar.

Perguntei o que era e ela só apontou para a televisão, uma das torres do World Trade Center ardia no ecrã ... perguntei o que se tinha passado e ainda não se sabia bem mas suspeitava-se que um avião tinha chocado com o arranha-céus ... disse para mim logo que não era apenas um acidente. Vi então o que pensava ser uma repetição ... um avião a chocar com a torre, apenas depois percebi que era a outra torre, tinha visto em directo um avião comercial a chocar com um prédio em Nova Iorque ...

 

Nem consigo descrever a sensação estranha que tomou conta de mim, como talvez de milhares de pessoas em todo o mundo, aquilo era impossível, aquilo não podia simplesmente acontecer, pouco depois mostravam as imagens do Pentágono a arder ... e eu pensei, meu deus quem irá pagar por isto ?

 

Tomei um banho rápido, vesti-me, estava calor nesse dia ... e pensei vou cortar o cabelo, uma desculpa para me obrigar a sair de casa, apanhei um táxi, e na rádio apenas se ouvia falar do " ataque " aos Estados Unidos da América. O taxista lá deu a sua opinião foi o Saddam !!! dizia... não o mataram quando puderam.

 

Cheguei à porta do barbeiro ... fechado para férias até 15 de Setembro ... e andei pela cidade, e junto ás lojas de electrodomésticos as pessoas juntavam-se para ver as televisões nas montras ... com as mesmas imagens em todas. Repetições dos aviões a chocarem com os edifícios, as torres a caírem , as pessoas a andarem desorientadas cobertas de pó cinzento e espesso, gente a saltar das torres para uma morte certa ... e fiquei também em frente de uma dessas montras com cerca de 20 ou trinta pessoas a ver o macabro espectáculo ... parecia um filme de Hollywood ... se apenas tivesse sido filmado de longe, mas mostravam as pessoas a rezar e a chorar na rua ... gente completamente perdida perante a grandeza de tal tragédia ... e os bombeiros ... rendidos, sentados abanando a cabeça cobertos daquele pó cinzento que cobria tudo ...

 

Voltei a casa ... as pessoas tinham um ar cabisbaixo, e não me lembro de ver ninguém sorrir no caminho até casa. Já não me deitei para dormir nesse dia, fiquei colado em frente da televisão como certamente estaria meio mundo, vi os festejos das pessoas no Iraque, no Afeganistão ... e principalmente, vezes sem conta as imagens marcantes daquele dia.

 

Fui trabalhar... havia policias a guardar as fabricas americanas nesse dia e nos dias seguintes.

 

Podia ter escrito sobre as teorias acerca do que se passou neste dia, podia ter escrito no que mudou no mundo depois deste dia... mas isso é para quem sabe... ou não ...

 

Este foi o meu 11 de Setembro ... e o vosso ?

 

 

Jmack

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 00:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

não basta

 

 

 

 

 

 

 

Não basta abrir a janela
Para ver os campos e o rio.
Não é bastante não ser cego
Para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma.
Com filosofia não há árvores: há idéias apenas.
Há só cada um de nós, como uma cave.
Há só uma janela fechada, e todo o mundo lá fora;
E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,
Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.

Alberto Caeiro

 

 

 

 


deixado aqui por J.C. às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


o que eu digo

Não tenho sono ... aturem...

Amanhã ...

8000

Alguém escreveu assim ......

O cemitério dos sonhos

Algum dia havia de ser .....

É só para dizer ...

O vazio

Equipamento

O 25 ...

posts recentes

1 Ano

Sigma 10-20mm 1º ensaio

na esquina ...

está aí alguém ?

tão longe ...

prenda para mim ...

gata 2

gata 1

Filtro 6

Filtro 5

Filtro 4

chaminé

Filtro 3

Já se foram todas ...

Filtro 2

Filtro 1

Não tenho sono ... aturem...

sonhos em infravermelho 8

sonhos em infravermelho 7

os que não partiram 7

os que não partiram 6

lágrima

para comentar nº 24

espanto

para comentar nº 23

livres

golfinhos

retrato

uma morte, uma vida ...

depois da chuva

os que não partiram 5

somewhere

queimado

café

elevador da bica

sonhos em infravermelho 6

um caminho

passagem

Os pássaros

Longe

chuva

Azul

Pessoas ...

Preto e Branco

gnoma

11 de setembro

não basta

Piano

Amanhã ...

I dont care ...

outros tempos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

por onde ficar

procurar por aqui

 

Galeria

jmack


ver perfil

seguir perfil

. 38 seguidores

subscrever feeds