3 comentários:
De Anónimo a 4 de Janeiro de 2008 às 03:39
Por vezes achamos mesmo que Deus se esqueceu de nós, que brinca connosco ao gato e ao rato, que nos dá fardos maiores do que os que conseguimos suportar... tb penso nisso as vezes...muitas vezes.
Costumo dizer que o que não nos mata ajuda -nos a crescer...como ainda andamos por aqui vamos acabar por tornarmo-nos gigantes e ficar inacessíveis àqueles que nos magoam...


De J.C. a 4 de Janeiro de 2008 às 04:15
Obrigado pelo comentário apesar de anónimo. Quem não quis já ser anónimo.

Volta sempre

um abraço


Comentar post