Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. Não é intenção prejudicar alguém com a divulgação das fotos em questão nem tão pouco lucrar com as mesmas. O email de contacto está disponível no perfil .
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons
Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

o fim ...
















deixado aqui por J.C. às 05:52
link do post | comentar | favorito
21 comentários:
De adnirolfpa a 9 de Abril de 2008 às 09:43
...de uma existência maravilhoso e bela....tudo tem fim. Ou não?.


De J.C. a 9 de Abril de 2008 às 13:19
o amor verdadeiro dura para sempre ... eu acredito.
quem me dera não acreditar.

jmack


De Teia d´Aranha a 9 de Abril de 2008 às 12:06
Era esta a "melhor" de que falaste no comentário?

Excelente... mas assusta-me ser o "fim"...

Ah! Adoro H.I.M...!

Abraço


De J.C. a 9 de Abril de 2008 às 13:23
era esta mesmo ... o fim não me assusta.
já chamei por ele.

o fim liberta de tudo menos de um amor verdadeiro

um abraço


jmack


De Anónimo a 9 de Abril de 2008 às 22:33
Não chames por ele! Ele virá quando tiver de ser...
Mariasó!


De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 01:31
e sabes isso melhor que ninguém ... não é ?


jmack


De Subjectividades a 9 de Abril de 2008 às 12:20
Ao olhar para esta foto surgiu-me esta frase!

« as leis são como as teias de aranha- caem nela os pequenos insectos; os grandes atravessam-nas »

Um abraço


De J.C. a 9 de Abril de 2008 às 13:21
neste país é uma grande verdade ...

um abraço

jmack


De Bichana a 9 de Abril de 2008 às 12:51
Eh lá! Extraordinário!!!


De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 01:32
se tu dizes ...

obrigado senhora bichana

jmack


De Crisálida a 9 de Abril de 2008 às 13:40
Teu blog está muito bom... E essa imagem, fantástica...

:-)


De J.C. a 9 de Abril de 2008 às 14:12
obrigado ...

agradeço a tua visita e o teu comentário

volta sempre

um abraço


jmack


De ana a 9 de Abril de 2008 às 21:20
o fim em absoluto nao existe... o fim de algo implica o inicio de qualquer coisa nova que não é necessariamente má!

Beijos Grandes


De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 01:33
talvez ... talvez ...

abraço


jmack


De Emanuela a 10 de Abril de 2008 às 00:38
Bem hoje te superaste... A foto está simplesmente fantástica! E esta música é tão linda e suave...Nào sei o que diz, mas a melodia é uma delícia!
Mas amigo, hoje passei aqui também com segundas intenções.Deixei um desafio para ti no meu blog. Tomara que o aceites.
Um beijinho


De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 02:07
ai ... vocês e os desafios ... eu não cumpro as regras dessas coisas !

A musica chama-se " O funeral dos corações " e é dos HIM, esta é a versão acústica, a tradução é minha e pode não ser a melhor, mas ficas com uma ideia do que fala ...


Ela era o sol,
que brilhava sobre o túmulo
das suas esperanças e frágeis sonhos.
Ele era a lua que a pintava
Com o seu brilho tão vulnerável e pálido...

O Amor é o funeral dos corações
E uma ode á crueldade
Quando anjos choram sangue
Sobre flores do mal que desabrocham

O funeral dos corações
E uma súplica por misericórdia
Quando o Amor é uma arma
que me separa de ti ...

Ela era o vento, que carregava
Todos os problemas e medos
Que durante anos tentaste esquecer
Ele era o fogo, inquieto e selvagem
Ela uma borboleta atraida para essa chama

O Amor é o funeral de corações
E uma ode á crueldade
Quando anjos choram sangue
Sobre flores do mal que desabrocham

O funeral dos corações
E uma súplica por misericórdia
Quando o amor é uma arma
Que me separa de ti...

Um selo herege, para além do divino
Uma oração a um deus que é cego e surdo
Uma extrema unção para almas em fogo
Três palavras e uma pergunta ... porquê ?

Amor é o funeral de corações
E uma ode á crueldade
Quando anjos choram sangue
Sobre flores do mal que desabrocham

O funeral dos corações
E uma súplica por misericórdia
Quando o amor é uma arma
Que me separa de ti...




De Emanuela a 10 de Abril de 2008 às 02:38
A música é realmente linda! Quem a compôs sem dúvida já sofreu deste mal... E que não o terá ainda sentido,não é mesmo? Obrigada pela tradução.
Quanto ao desafio, é claro que és livre para não aceitar. Eu normalmente aceito aqueles que gosto. É interessante dar mais uma paradinha pra pensar... e agradável ver o que os outros pensam.
Um abraço e uma boa noite pra ti.


De Café com Natas a 10 de Abril de 2008 às 07:45
Ai Jmack!
Que tu nem imaginas o quanto eu gosto desta música!
Quanto à foto, diz assim a aranha para o insecto:

oh oh oh oh my baby how beautiful you are... ;)

O Fim e o Inicio andam sempre interligados. O fim de alguma coisa é sempre o inicio de outra e... por aqui fico.
Beijinho



De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 14:10
já não ouvia esta musica há uns anos ... pareceu-me apropriada.

um abraço

jmack


De Lyra a 10 de Abril de 2008 às 09:36
O tempo é escasso mas não quis deixar de passar para dar um beijinho.

Até breve!

;O)


De J.C. a 10 de Abril de 2008 às 14:09
Obrigado lyra é sempre bom ver-te por aqui, o meu tempo também me anda a fujir ... isto de ter um trabalho em vez de um emprego ... enfim

um abraço


jmack


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


o que eu digo

Não tenho sono ... aturem...

Amanhã ...

8000

Alguém escreveu assim ......

O cemitério dos sonhos

Algum dia havia de ser .....

É só para dizer ...

O vazio

Equipamento

O 25 ...

posts recentes

1 Ano

Sigma 10-20mm 1º ensaio

na esquina ...

está aí alguém ?

tão longe ...

prenda para mim ...

gata 2

gata 1

Filtro 6

Filtro 5

Filtro 4

chaminé

Filtro 3

Já se foram todas ...

Filtro 2

Filtro 1

Não tenho sono ... aturem...

sonhos em infravermelho 8

sonhos em infravermelho 7

os que não partiram 7

os que não partiram 6

lágrima

para comentar nº 24

espanto

para comentar nº 23

livres

golfinhos

retrato

uma morte, uma vida ...

depois da chuva

os que não partiram 5

somewhere

queimado

café

elevador da bica

sonhos em infravermelho 6

um caminho

passagem

Os pássaros

Longe

chuva

Azul

Pessoas ...

Preto e Branco

gnoma

11 de setembro

não basta

Piano

Amanhã ...

I dont care ...

outros tempos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

por onde ficar

procurar por aqui

 

Galeria

jmack


ver perfil

seguir perfil

. 38 seguidores

subscrever feeds