Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. Não é intenção prejudicar alguém com a divulgação das fotos em questão nem tão pouco lucrar com as mesmas. O email de contacto está disponível no perfil .
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons
Domingo, 13 de Abril de 2008

Jorge Palma 2







Jorge Palma subiu ao palco parecendo-me algo desorientado, cambaleante mesmo,  de olhos completamente vermelhos e notoriamente embriagado , quem sabe algo mais... o público notou porque era difícil não notar e dividiu-se entre aplausos e bocas do tipo ...

" estás desgraçado ! "
" bebe mais ! "
" fuma mais um " .




Jorge Palma riu sozinho ele simplesmente estava a milhas dali e as bocas continuaram ...lá pegou na guitarra e começou a tocar algo completamente estranho para a maioria e cantou como que a dizer se quiserem vou-me embora :

" Hit the road , Jack and don't you come back no more,no more, no more, no more
Hit the road , Jack and don't you come back no more "

 

fez-se silencio ...

com um ar sério ... disse :

" Vieram ver o palhaço ??? "
" Pois fiquem a saber  ...    é tão bom ser palhaço ! "
" Ainda por cima quando me pagam bem para isso ! "

mais uma vez a assistência dividiu-se entre apupos e aplausos.

Sentou-se ao piano e refilou acerca do alinhamento dizendo que mais parecia um desalinhamento, mas tocou e como tocou !!!  O concerto continuou com Jorge Palma a tocar os clássicos e as musicas do álbum novo e lá foi a custo conquistando o público não impedindo que alguns pseudo-jet-sets de primeira fila" desta cidade continuassem com algumas bocas, o alinhamento não era nada daquilo de certeza porque olhou para ele varias vezes e abanou a cabeça como que a dizer " esta não toco ", mas na primeira pausa que fez foi aplaudido durante muito tempo.




E aí disse encolhendo os ombros como se quisesse mostrar que tinha feito algo de perfeitamente banal:

" estão a ver ? afinal vieram aqui para me ver tocar bem "
" mas aqueles que vieram na esperança de me ver espalhar ... estão muito enganados "
" quem me  quiser ver espalhar ... tem que ser intimo comigo, muito intimo ! "

Bebeu uma água de um só golo ... e refilou ...

" o que é isto ? "
" a seguir vou querer uma cerveja se faz favor ! "

E ganhou a gargalhada da noite, lá seguiu tocando e bebendo as cervejas que lhe levaram.




Foi acompanhado e muito bem em duas ou três musicas por Vicente Palma o seu filho e pelo "seu" publico que o acompanhou, principalmente nas suas musicas mais velhas.
Houve momentos engraçados em que Vicente Palma lhe lia o alinhamento e ele dizia essa não abanando a cabeça repetidamente.




O alinhamento do concerto foi :

«O Meu Amor Existe»
«Tempo dos Assassinos»
«Voo Nocturno»
«Frágil»
«Só»
«Disse Fêmea»
«Dá-me Lume»
«Valsa dum Homem Carente»
«O Centro Comercial Fechou»
«Abrir o Sinal»
«Jeremias, o Fora da Lei»
«Na Terra dos Sonhos»
«Maçã de Junho»
«Encosta-te a Mim»
«A Gente Vai Continuar»

.............. encore.................

«Canção de Lisboa»
«Vermelho Redundante»







Jorge Palma conquistou um publico muito difícil que penso estava á espera de um concerto diferente, e mesmo com alguns enganos foi um concerto muito bom e de que gostei mesmo, devo destacar musicas como " valsa de um homem carente " e " o centro comercial fechou ", " na terra dos sonhos " grandes momentos a meu ver e é caso para dizer que Jorge Palma é só mesmo para quem gosta, e quem vai á espera de ver o Jorge Palma do videoclip de " encosta-te a mim " vai muito enganado ... Jorge Palma é como é, e que se conserve assim durante muitos e bons anos. É genialmente louco ou loucamente genial ... como quiserem, um grande artista sem qualquer duvida ... sóbrio ou não Jorge Palma é simplesmente ... Jorge Palma. E para terminar quando me lembro de alguns dos melhores momentos da minha vida, a musica de Jorge Palma está lá





A ti Jorge palma
o meu obrigado

jmack












deixado aqui por J.C. às 03:03
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Emanuela a 13 de Abril de 2008 às 04:55
Se sendo anônimo já é difícil ser-se quem é, permanecer autêntico, imagino para um "Jorge Palma", a quem um mundo dá-se o direito de cobrar que seja como querem e não como é. Gostei muito de "ver" o show pelos teus olhos. Obrigada por esta partilha. E gostei de saber que é um homem autêntico, embriagado ou não.
Um beijinho, bom domingo.


De Bichana a 13 de Abril de 2008 às 16:04
O Jorge Palma é... único. Ou se adora ou se odeia. Tem um talento que não cabe nele! Talvez o problema seja esse, não consegue lidar bem com ele próprio de uma forma sóbria. Há uns meses fui ver um espectáculo no qual ele participou, não se lembrava da música e caiu no palco de tão embriagado que estava... É pena aquele(s) vício(s).
Bjnhos e obg pelo teu post!


De J.C. a 14 de Abril de 2008 às 04:41
tinha que partilhar aqui com vocês ... com quem mais ?

um abraço

jmack


De perfumedevioletas a 13 de Abril de 2008 às 22:32
Jorge Palma, embriagado ou não, é um génio, um poeta.

Vou partilhar contigo "Só". Faz parte da banda sonora da minha vida. Ouvi-a centenas de vezes em repeat, julgando estar a ouvir minha alma.

Só por existir
Só por duvidar
Tenho duas almas em guerra
E sei que nenhuma vai ganhar

Só por ter dois sóis
Só por hesitar
Fiz a cama na encruzilhada
E chamei casa a esse lugar

E anda sempre alguém por lá
Junto à tempestade
Onde os pés não têm chão
E as mãos perdem a razão

Só por inventar
Só por destruir
Tenho as chaves do céu e do inferno
E deixo o tempo decidir

E anda sempre alguém por lá
Junto à tempestade
Onde os pés não têm chão
E as mãos perdem a razão

Só por existir
Só por duvidar
Tenho duas almas em guerra
E sei que nenhuma vai ganhar
Eu sei que nenhuma vai ganhar


De J.C. a 14 de Abril de 2008 às 04:39
um génio e um poeta ... sem dúvida

jmack


De Reflexos a 14 de Abril de 2008 às 23:17
Não há que admirar os factos deste concerto, Jorge Palma é mesmo assim, por muito que lamente vê-lo desperdiçar-se daquela forma. Mas ele sabe que: "a dependência é uma besta...." e é a sua opção.
Os enganos, os esquecimentos, fazem parte dos concertos de Jorge Palma, onde muitas vezes é o próprio público a lembrar-lhe as letras numa expressão de uma dedicação/cumplicidade que é parte do encanto e carisma de que o Jorge se sabe rodear. O seu Público não são mais que o seu clube de fãs, de palmaníacos, grupo de amigos com quem partilha a técnica e o prazer das suas musicas cantadas e ouvidas com a mesma dose de paixão.
Uma certa burguesia, sem lugar na história, que se aproximou recentemente do Jorge Palma e que tenta transformá-lo num seu ideal de sapatinho de verniz e pozinho no nariz, com certeza que não pode, e até seria mau sinal, entender o mestre que tanta alegria tem espalhado gratuitamente (sic) aos quatro ventos desde há décadas.
O génio não pode ser julgado pelos tombos que dá mas antes pela capacidade de se apaixonar e transmitir e partilhar o sentimento e se, de uma coisa não tenho dúvida, é que o Jorge Palma é um artista da paixão que ele sabe transformar e partilhar com todos os que sejam capazes, tenham a capacidade de sentir, um certo brilho que sempre vejo vidrado nos olhos do seu publico.
Eu vou buscar alimento para a minha loucura à musica de Jorge Palma e quando viajo levo sempre um único disco comigo, no meio da bagagem, faz sempre jeito ouvir a “estrela do mar” cantada daquela forma “frágil” para não nos sentirmos tão “Só”.
Conhecem isto? http://falajorgepalma.blogspot.com/


De InêsCabral a 15 de Abril de 2008 às 00:24
Querido Jmack gostei muito da tua visão.
Também aprecio ouvir Jorge Palma,apesar de não ser grande fã.
Reconheço que ele é fabuloso nas letras que compôe
Concordo quando dizem que é um génio,e como todos os génios,tem a sua dose de loucura bem apurada!
beijinhos


De lugar_teu a 15 de Abril de 2008 às 01:45
Jorge Palma, sem dúvida: "genialmente louco"
Só o louco sabe ser autêntico e como ele, há poucos.
*

ps- as fotos como sempre inspiradoras


Comentar post

Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob Licença Creative Commons

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


o que eu digo

Não tenho sono ... aturem...

Amanhã ...

8000

Alguém escreveu assim ......

O cemitério dos sonhos

Algum dia havia de ser .....

É só para dizer ...

O vazio

Equipamento

O 25 ...

posts recentes

1 Ano

Sigma 10-20mm 1º ensaio

na esquina ...

está aí alguém ?

tão longe ...

prenda para mim ...

gata 2

gata 1

Filtro 6

Filtro 5

Filtro 4

chaminé

Filtro 3

Já se foram todas ...

Filtro 2

Filtro 1

Não tenho sono ... aturem...

sonhos em infravermelho 8

sonhos em infravermelho 7

os que não partiram 7

os que não partiram 6

lágrima

para comentar nº 24

espanto

para comentar nº 23

livres

golfinhos

retrato

uma morte, uma vida ...

depois da chuva

os que não partiram 5

somewhere

queimado

café

elevador da bica

sonhos em infravermelho 6

um caminho

passagem

Os pássaros

Longe

chuva

Azul

Pessoas ...

Preto e Branco

gnoma

11 de setembro

não basta

Piano

Amanhã ...

I dont care ...

outros tempos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

tags

todas as tags

por onde ficar

procurar por aqui

 

Galeria

jmack


ver perfil

seguir perfil

. 38 seguidores

subscrever feeds